27 de Março,2018 por ClaudiaVannini #MEDIUNIDADE 20/25 Criança ÍNDIGO, CRISTAL – #JEJUM do CHOCOLATE dia 03/09 – March 27th, 2018 by ClaudiaVannini

27março

Otimismo e alguns exageros nesta Terça-feira. A #LUA CRESCENTE em Leão recebe um apoio a mais e é influenciada pela agilidade de Mercúrio em ÁRIES. Tudo é dinâmico, rápido e fácil. A mente tem coragem para trilhar novos caminhos e nós sentimos a liderança brotando de forma natural. É uma formação perfeita para comandar uma nova ação ou expandir uma ação que já foi projetada dias atrás.  Após as 9PM, o cenário é de exagero com apoio de Júpiter. Tudo parece ampliado e não é um bom momento para opinar ou decidir algo. Atenção após este horário! Lua e Plutão trazem rompimentos, muitas vezes causados pela extravagância que Júpiter motivou. Todos os SIGNOS sentem-se ativos e animados. Diminui a prostração porque não recebemos mais as labaredas das explosões solares dos últimos dez dias. Há retorno da força física e moral.

MEDIUNIDADE 20/25 – A Mediunidade na INFÂNCIA, ÍNDIGOS, CRISTAIS

Um dos nossos primeiros temas foi sobre a Mediunidade ser uma faculdade de todos os Seres Humanos. Basta ter glândula pineal para ser medium. O mesmo ocorre na infância. Há crianças que manifestam o contato com diversas dimensões nos primeiros anos de vida. Os pais notam alguns talentos que só poderiam ser uma manifestação mediúnica. As crianças citam parentes desencarnados que nem conheceram ou vivem às voltas com os amigos imaginários. Essa capacidade deve ser desenvolvida naturalmente. Algumas famílias estimulam a Mediunidade como talento e criam um ambiente de mistério e esoterismo que somente confunde a criança. Ao notar que seu filho ou aluno tem momentos mediúnicos, esclareça as dúvidas, mas evite tornar aquilo um tema diário. Algumas crianças ficam assombradas com vultos que percebem em casa. Outras, vendo a comoção dos pais, tornam o anoitecer um problema no Lar. Dormem agarradas a amuletos ou só dormem com os pais. O ideal é fazer com a criança o Evangelho no Lar e prepará-la para uma noite de descanso, sempre lembrando que seu anjo de guarda a acompanha há muitas vidas e estará ali, a noite toda, de plantão. Quando a família estimula demais as manifestações mediúnicas na criança, aquilo que deveria ser um talento natural torna-se um problema social e acaba bloqueando a aproximação dos Mentores adequados. A Mediunidade passa a ser culpada por desavenças na escola, problema com professores e baixo rendimento. A criança recebe rótulos como Índigo, Cristal e várias denominações que são criadas para tentar dividi-las em grupos espirituais. Ao entrar na Terra, todas estão dispostas a ensinar ou aprender. A sensibilidade maior ou menor de uma criança não pode colocá-la num grupo espiritual ao qual nós demos nome. Seria uma criança medium mais ou menos pura que uma criança índigo? Seria uma criança índigo uma missionária ou uma alma que se dispôs a aprender uma lição na terra, vivendo num corpo material? Essas respostas não possuímos, mas há exploração do tema através de palestras, livros e cursos.  Existem questionários para avaliar se uma criança é Índigo. Gostaria de ampliar um pouco essa ideia com vocês. Imaginem uma criança que vem à Terra com uma grande missão que só poderá ser realizada após 40 anos de idade. Essa criança é um medium de grande valor e nobre caráter. Encarna num grupo difícil, ignorante e egoísta. Este grupo social é a maior escola que esta Alma pode receber durante seus 40 anos de aprendizado. Por estar num grupo adverso, essa criança torna-se agressiva para sobreviver no ambiente. É claro que ela sofre, mas ainda não consegue lembrar exatamente sua missão. Apenas sabe que aquilo que vive não é o correto. Com o passar dos anos, sem manifestar nenhuma atitude mediúnica ou ter sido chamada de índigo/cristal, esta Alma vive um grande trauma. Perde toda a família e encontra-se completamente sozinha. A missão desperta pelo trauma, pela dor. Neste momento, ela reconhece sua trajetória errônea e é intuída pelos Mentores na nova missão. Segue em direção à sua nova meta com todo aprendizado que recebeu na Terra sobre o que não funciona nesta sociedade. Graças ao trauma da perda, ela dá um salto evolutivo aqui na Terra mesmo e descobre em si um potencial Mediúnico de cura. Passa a usá-lo em benefício do grupo e relembra sua proposta no Plano Espiritual. Esta Alma, quando criança, não foi estimulada a ser medium. Ao contrário, conviveu com total falta de fé e compaixão. Será que se ela tivesse sido rotulada, na primeira infância, como um medium ou uma criança índigo, ela teria dado este salto evolutivo voluntário? Certamente, não. Teria se acomodado numa posição superior diante dos demais e teria cobrado da sociedade direitos especiais, apenas por ser considerada de um grupo espiritual mais evoluído e missionário. Este exemplo vem para ilustrar como a Mediunidade pode ser deturpada pela família e desviada para ocultar outros problemas de educação. Adulto ou criança, com Mediunidade desenvolvida ou não, somos todos parte da mesma escola Planeta Terra. Às vezes, aprendemos. Às vezes, ensinamos. Mesmo uma Alma que aqui encarna, vinda de um grupo espiritual elevado, encarna num corpo material e tem que viver as  vicissitudes  deste corpo. Assim como Jesus  teve um corpo e com Ele sofreu as dores da carne, todos estamos sob a mesma Lei na Terra. Nenhum humano tem privilégios, mesmo vindo de dimensões superiores ou com maior número de encarnações. Dividir as crianças em grupos espirituais aqui na Terra é codificar. Tiramos a possibilidade do “SER” HUMANO e colocamos uma divindade inadequada. Toda divindade inadequada traz problemas emocionais e sociais. Se seu filho ou aluno foi rotulado como medium, índigo ou cristal antes dos 16 anos, repense. Está sendo tirada dele a oportunidade de ser humano. E se a meta desta Alma for a experiência do corpo material para compreender o que vivem os desencarnados quando chegam ao  Plano Espiritual? ClaudiaVannini.

email para mapas com ClaudiaVannini pegadaastrologica@gmail.com

March 27th, 2018 by ClaudiaVannini

Optimism and some exaggeration on Tuesday. The WAXING #MOON in Leo gets more support and is influenced by the agility of Mercury in ARIES. Everything is dynamic, fast and easy. The mind has the courage to tread new paths and we feel leadership sprouting naturally. It is a perfect formation to command a new action or to expand an action that was already designed days ago. After Midnight, the scenario is exaggerated with support from Jupiter. Everything seems enlarged and is not a good time to comment or decide something. Attention after this time! Moon and Pluto bring about disruptions, often caused by the extravagance that Jupiter motivated. All SIGNS feel active and animated. Decrease in prostration because we no longer receive the flares of the solar explosions of the last ten days. There is a return of physical and moral strength.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s