Mãe 2017 por ClaudiaVannini

mae.jpgFELIZ DIA DAS #MÃES, da MATERNIDADE, da VIDA em abundância. Feliz dia da opção de ser um #Pai que é uma mãe, de ser uma vizinha que é uma mãe, de ser uma amiga- mãe. Somos mães de tantas formas,não? Os homens são mães também, foram mães em outras vidas e podem ser super mães novamente, como pais. Ser mãe é amar. Amar o adulto, a criança e o bebê. Ser mãe é amar o outro, é dar apoio, carinho, cuidados especiais e perguntar se vai levar o casaco. Por que não? Para você, homem, mulher, jovem, adulto, idoso: FELIZ DIA DA MATERNIDADE. Quantas vezes não somos mães dos nossos pais e filho dos nossos filhos? Quantas vezes o Plano Espiritual traz a avó que é nossa mãe porque ela não podia mais gerar filhos e a Espiritualidade deu seu filho para sua filha gerar.? E a avó o educou. Quantas vezes por desencontros de encarnação, nossa mãe não nasce como nosso filho e nos coloca orientado na Terra? Quantas vezes nosso maior desafeto vem encarnado como nosso filho e nos dá a oportunidade de amadurecer a compaixão? Quantas vezes não conseguimos gerar um filho, após anos de tentativas em fertilização e concluímos que ainda não somos MÃES de nós mesmos. Como poderíamos gerar a vida se ainda nem nos alimentamos emocionalmente? Quantas vezes nosso melhor amigo/amiga/professor/treinador é nossa mãe? Ele nos orienta, ensina, acalenta e dá rumos. São muitos as oportunidades maternais na Espiritualidade. Aqui na Terra, focamos tudo na mulher, mas há mães e pais em toda a nossa trajetória. Uma pode ter nos dado a vida e a essa vida temos que ser gratos. Honrar pai e mãe. O que isso significa? Gratidão pela oportunidade de estar na Terra. Outras mães nos dão à LUZ todo dia. Algumas quando nos dizem o SIM e outras quando dizem VENHA CÁ, vamos tomar um café e trocar ideias. A HONRA vale para ambas. Saber reconhecer a inteligência da Espiritualidade, que traz para nós a mãe certa, na hora certa, é a comemoração de hoje. Sou mãe e feliz nesta missão. Sou feliz pela minha mãe ser quem é, pela minha filha ser minha Grande Mãe. Sou feliz pelas diversas mães que encontrei pelo caminho. Muitas me colocaram no eixo e para outras eu dei amor maternal. Para quem tem a mãe desencarnada, hoje é dia de emanar AMOR. Dizer aquele olá, eu sou grato por você existir e ter me trazido à Terra. Algumas mães já seguiram em outras missões, outras estão ainda na “escolinha” para purificar as cargas da Terra. Nem sempre elas recebem nosso amor no Plano Espiritual, mas nos faz bem emanar esse sentimento, ainda que não chegue lá. Para quem tem uma mãe que foi péssima, vibramos compaixão. Talvez ela nunca tenha consciência disso. Talvez ela tenha dado o seu melhor. E o seu melhor foi aquilo que você julgou como péssimo. Emane a ela agradecimento pela Vida. Para quem abortou, seja naturalmente ou não, emane amor a este Espírito que foi encaminhado pela Espiritualidade e SE PERDOE. Nem sempre pareceu certo, mas na hora, era o certo. Para quem luta contra a Espiritualidade, forçando uma gravidez por todos os métodos que a Ciência conhece, guarde um momento para refletir sobre o quanto você realmente crê no
Plano Maior, no equilíbrio do Universo. Algumas mães já são mães de si mesmo, do marido, da família toda e essa é a missão. Para quem não teve filhos ainda e tem amor para doar, há inúmeros bebês esperando colo, apenas para sentirem o calor humano. Para quem confronta a idade, tentando uma gravidez após os 40 anos, pare hoje e pense porque a fertilidade é saudável até 40 anos. Ser mãe é também ser submissa. A mãe não pode tudo. A mãe é a consciência da submissão ao Plano Maior, ao Universo porque ninguém TEM filhos. Os filhos são do PLANETA. As mães são cuidadoras temporárias daquelas almas. Ser mãe/pai/pãe é uma lição de humildade em relação ao Cosmos. Um dia você entenderá que não pode tudo nem é a super mulher. Não tira a dor do coração do seu filho, não tira a doença do seu filho. Quer maior prova de humildade na Terra? Ser impotente diante daquele que você mais ama? E aí voltamos para as mães que querem forçar a natureza. A primeira lição é lembrar que mesmo quando for mãe, você não poderá tudo. Mesmo assim, será muito amada. Se não for, saiba que existe aí mais uma oportunidade para reflexão sobre vidas passadas e vidas futuras. E lembramos da personalidade de Maria, resignada e firme diante dos desejos do Universo. E você? Tem se amado como Maria amou Jesus? Será que Maria sabia, na totalidade, quem era Aquele Filho?Feliz dia da #MATERNIDADE a todos os gêneros na Terra. Que todas as missões sejam cumpridas para a Evolução do Planeta. NAMASTE

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s